Notícias

As opções da bioplastia facial

Nenhum comentário

A cabeleireira Gercina Aparecida da Silva, 57 anos, tem quatro filhas e dois netos. Ela esbanja vaidade e diz ter certeza de que, de maneira alguma, aparenta a idade que tem, porque se cuida muito. “Quero sempre me mostrar bem para mim mesma. É muito bom você estar se amando e se cuidando. Quero colocar silicone nos seios e fazer preenchimento no rosto, principalmente, na boca e na testa. Já ouvi falar, por alto, da bioplastia, mas não sei direito sobre isso”, conta.

A bioplastia é um procedimento não cirúrgico destinado a melhorar a estética de contornos e relevos da face e do corpo. Trata-se de uma técnica de injeção de substâncias, como metacril (nome comercial do polimetilmetacrilato) e ácido hialurônico. Por meio de uma seringa, o médico injeta o produto na área desejada, que recebe anestesia local. Tudo isso é feito no consultório e dispensa internação hospitalar. A recuperação é rápida, tanto que o paciente é liberado logo em seguida.

No rosto, a bioplastia dos lábios é a mais procurada. Na grande maioria, são mulheres dispostas a alterar a aparência, o tamanho e o contorno. Por exemplo: sabe aqueles lábios enrugados, que alguns apelidaram de “código de barras”? Pois é, a aplicação resolve esse tipo de problema. O médico pode optar pelos produtos definitivos ou absorvíveis. Esses últimos são mais recomendados para essa região por conta de características como a sensibilidade.

No entanto, os lábios são apenas uma das opções. A bioplastia permite mexer nas “maçãs do rosto” ao compensar a diminuição de volume provocada pelo envelhecimento e reduzir a flacidez. E as rugas, tão indesejáveis? Essas inimigas da boa aparência também podem ter os dias contados. É possível ainda interferir no formato do queixo para harmonizá-lo melhor com o restante da face.

Os procedimentos são menos invasivos, mas não dispensam cuidados durante a recuperação, afinal essa é uma etapa importante do processo. Entre as recomendações, estão o uso de protetores, para evitar a exposição direta ao sol, e a hidratação do rosto.

O cirurgião plástico Dr. Rodrigo Cruvinel explica que qualquer pessoa, não importa a faixa etária, pode realizar o procedimento, desde que apresente indicação. Ele alerta, no entanto, quanto à escolha do profissional. “É importante deixar claro que, apesar de ser um procedimento simples, não pode ser feito por qualquer pessoa. É fundamental achar alguém capacitado e responsável. O profissional devidamente preparado vai, por exemplo, se preocupar em utilizar produtos autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, esclarece o especialista.

Fora isso, tem ainda aquela questão da vontade e da possibilidade. Quem vai atrás desse tipo de procedimento muitas vezes chega ao consultório com ideias erradas, inclusive com grandes expectativas por resultados milagrosos. “Uma conversa aberta entre médico e paciente sempre é indispensável. Cabe ao profissional deixar claro sobre as reais possibilidades de tratamento. Esse bom senso é capaz de evitar exageros e futuros arrependimentos”, conclui o Dr. Rodrigo Cruvinel.

Tags: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Lifting braquial
Cirurgia plástica reconstrutiva
Leia mais
Menu