Notícias

Cirurgia após grande perda de peso

Nenhum comentário

O mundo já vive uma pandemia de obesidade. Só no Brasil, segundo dados do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 56,9% das pessoas com mais de 18 anos estão com excesso de peso e 20,8% são obesas, por terem IMC igual ou maior do que 30.

Fator de risco para doenças como hipertensão, diabetes e câncer, os números são alarmantes. São necessárias ações em todas as esferas para que se combata o problema. Atividades físicas diversas, dietas hipocalóricas, medicações controladas e cirurgias são tentativas para ajudar quem sofre com o excesso de peso.

A opção cirúrgica é a que traz resultados mais rápidos e definitivos. Em média, a perda de peso é de 40% a 80% em um período de 12 a 24 meses após a cirurgia. Mas, depois da grande perda de peso, os problemas estéticos, emocionais e físicos ainda não estão resolvidos, pois surge uma nova questão: o que fazer com o excesso de pele e gordura gerados pela grande perda de peso? De acordo com o cirurgião plástico, Dr. Rodrigo Cruvinel, abdômen, braços, pernas, mama, face, principalmente na região do pescoço, são as áreas do corpo com maior tendência para acumular pele que “sobra” da perda de peso. “Cada procedimento possui características próprias e é preciso conversar com o seu médico de confiança para definirem as necessidades”, afirma o Dr. Rodrigo.

As possíveis cirurgias plásticas são:

Abdômen – uma das maiores queixas dos pacientes é o excesso de pele e gordura acumulados, principalmente, sobre o abdômen inferior e região genital. Costuma ser a primeira região a ser abordada em um procedimento.

Lipoaspiração – junto com a abdominoplastia, pode ser necessária a realização de uma lipoaspiração que irá retirar a gordura em excesso, contribuindo para um resultado mais satisfatório.

Mamas – é o segundo procedimento mais realizado depois da abdominoplastia, pois a perda de peso traz uma queda acentuada do tecido mamário, sendo necessária esta reparação.

Braços e pernas – o excedente de pele e gordura nos braços e pernas de pacientes que apresentaram grande perda de peso é corrigido cirurgicamente por meio de técnicas simples.

Face – a ritidoplastia ou lifting facial tem sido cada vez mais procurada nos consultórios de cirurgia plástica por pacientes que obtiveram grande perda de peso. A queixa principal se concentra na região do pescoço e das pálpebras.

Glúteos – com a perda de peso, também ocorre grande mudança na região glútea, sendo necessária a remodelação. A gluteoplastia pode ser realizada com ou sem a inclusão de próteses de silicone específicas.

Tags: Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Otoplastia corrige as chamadas “orelhas de abano”
Coisas que você precisa saber sobre lipoescultura
Leia mais
Menu